Investir no marketing digital hoje, é fundamental. Isso é um fato! Independente do tamanho, segmento, localização ou objetivo da empresa, aparecer no mundo digital é o investimento mais certeiro que se pode fazer atualmente quando o assunto é publicidade e propaganda. Porém, é necessário investir de forma correta para que a empresa não tenha um prejuízo.

Antes de mais nada, saiba que mesmo sendo uma empresa pequena, hoje com as possibilidades que o marketing digital oferece, é possível concorrer com os grandes do mercado. Basta saber como e onde investir! De acordo com o site Meio e Mensagem, pesquisas de especialistas apontam que o ideal é investir em torno de 5% do orçamento da empresa. Já em casos que a organização depende muito do retorno, resultado do marketing digital, o ideal é investir até 10% do orçamento da empresa.

Deu para ter ideia da importância, né!? Então, conheça algumas formas de investir no marketing digital para que sua micro ou pequena empresa possa se destacar no segmento e ainda conseguir aumentar suas vendas.

Entenda quem é seu cliente

O que o seu cliente busca? Quais suas expectativas com a relação a sua empresa? Onde ele está localizado? Porque ele precisa do serviço o produto? Qual sua classe social? Qual sua idade?

Essas perguntas devem fazer parte desta pesquisa. E hoje a tecnologia consegue auxiliar a empresa neste processo de coleta e ampliação destas informações.

Por exemplo você pode utilizar o Facebook Insights. A ferramenta permite que você conheça melhor seu público-alvo, assim ajudando a sua criação de campanhas mais relevantes para sua audiência. Com ela, sua empresa pode analisar as informações demográficas, geográficas, de consumo e de estilo de vida de seu público.

O Linkedin também é um excelente recurso para que você consiga entender melhor seu público-alvo. A rede social que é voltada completamente para o profissional de pessoas e empresas, permite que sua organização realiza enquetes e outras ações para que você possa conhecer melhor seu cliente.

Com essas respostas, sua empresa não perderá tempo ou dinheiro buscando vender algo para alguém que não precisa ou se não se interessa pelo tipo de serviço da sua empresa e também terá um embasamento seguro na hora de tomar uma decisão.

Você está em evidência?

Apesar de não ser novidade, ter um perfil em uma rede social e um site bonito e funcional, hoje em dia, é fundamental para que sua empresa esteja em evidência. Ainda não tem a sua? Então passou da hora de investir nisso.

O aumento de pessoas que compram e discutem sobre marcas e produtos na internet cada vez aumenta mais! Isso significa que a empresa que não aparece no meio digital fica esquecida e consequentemente acaba perdendo consumidores em potencial.

Além de se manter em evidência, por meio das redes sociais a empresa consegue escutar seus clientes, com um feedback em tempo real. Assim é possível encontrar soluções de forma mais rápida e gerar melhorias internas e externas.

Marketing Prático

O planejamento é sempre a alma de negócio, ainda mais quando falamos de marketing.

O primeiro ponto importante para ter um marketing prático e funcional é analisar fatores externos e internos que acabam influenciando o desempenho da empresa, assim é mais fácil encontrar soluções entender o que está funcionando bem.

Essa ação ajuda a definir o posicionamento da organização e como traçar boas estratégias, objetivos e metas na área do marketing.

Algumas respostas iniciais são importantes para que a sua empresa consiga ter sucesso na execução do planejamento. Portanto, busque entender:

  • O que a sua empresa faz de melhor?
  • Qual o seu diferencial entre as suas concorrentes, que faz você se destacar no mercado?
  • O que você precisa melhorar para conseguir ter um melhor desempenho?

Essas perguntas são essenciais já que elas auxiliam a equipe a encontrar um melhor caminho para iniciar a ação.

O mercado potencial

Mesmo que sua empresa ainda não seja conhecida em alto escala, é fundamental que ela tenha consolidação no mercado potencial.

E para conseguir alcançar esta meta, após a criação do seu site e redes sociais, é necessário investir na busca por parcerias. Tenha o seu perfil linkado a outros nomes reconhecidos, Assim, se torna mais fácil de tornar sua marca conhecida e que o cliente tenha mais confiança na marca.

O Google também é uma excelente ferramenta para quem deseja conseguir aumentar suas vendas. O Google Adwords, por exemplo, é democrático e pode ser utilizado por empresas de todos os tamanhos e segmentos. Quem nunca sonhou em ter sua marca como destaque nas primeiras páginas do Google em seu segmento de mercado? Pois é, investindo no anúncio do Google, com uma chamada inteligente, você aumenta suas chances de fechamento de vendas.

Venda benefícios e não apenas produtos ou serviços!

O retorno de um potencial cliente é fato que vai acontecer quando a estratégia é feita de forma correta. Porém, é fundamental que este cliente tenha um excelente atendimento durante a compra e um pós-venda atencioso.

A impressão inicial e final da empresa é tão importante quanto a satisfação deste indivíduo com o produto entregue. Com o feedback diário, também é possível entender quando é necessário investir em melhorias e como explorar melhor a comunidade online e as campanhas em questão.

Além da importância do feedback, a empresa deve entender como é fundamental destinar uma parte do orçamento no marketing digital. Muitas empresas disponibilizam entre 6% a 10% do seu orçamento para marketing digital, porém, não é um valor inflexível e depende do segmento da empresa. No geral, de acordo com o Sebrae, o ideal para empresas que dependem do marketing para vender, é começar investindo de 3% a 5% do faturamento da sua empresa.

Então supondo que sua empresa fature R$ 50 mil por mês. O ideal é que você invista cerca de R$ 2.000 a R$2.500 no marketing digital. Parece muito do seu orçamento? Saiba que de acordo com o Sebrae ao adotar essa estratégia sua empresa pode aumentar em até 30% das vendas! Mas lembre-se que o resultado não é imediato, portanto saiba que o resultado acontece a médio prazo.