Quando você acessa um site, geralmente na barra do navegador fica http://, essa é a forma do navegador se conectar com o servidor via protocolo e trazer à vocês as informações de um site, parece complicado, mas, apenas para você entender a lógica. Essa transferência de informação pode ser interceptada, logo, dados como usuário e senha, por exemplo, podem ser facilmente adquiridas.

Uma solução é uma camada de segurança, um certificado SSL para criar uma criptografia enviando essa informação de forma segura, juntando o HTTP + SSL, você terá o HTTPS, isso lhe garante uma segurança bem considerável na hora de inserir informações e navegar em um site.

Caso tenha interesse, vou deixar um artigo mais técnico da Wikipedia.

De forma resumida, quando você não tem um Certificado, é como enviar uma carta à outra pessoa com a folha exporta, quem pegar a carta poderá ler facilmente todas as informações, mas, quando você tem um Certificado é como se escrevesse a carta em uma linguagem que só vocês dois irão entender, além de, colocar ela dentro de um envelope lacrado, logo, apenas quem receber irá entender a informação.

Qual o real funcionamento?

De forma simples, quando você acessa um site com https://www.agenciar3.com.br, por exemplo, você verá um cadeado fechado ao lado do endereço, isso lhe garante uma navegação mais segura.

Infelizmente, você não consegue optar em navegar ou não com essa segurança, isso parte do proprietário do site instalar o certificado SSL para manter o site seguro. abaixo um exemplo:

O que é HTTPS e o que a Google acha dele

Quando você clica no cadeado, poderá ver as informações dessa segurança e ter a certeza de que a Conexão é segura!

O que a Google acha disso?

Desde 2014 a Google se manifesta sobre a segurança de navegação na web (HTTPS como um sinal de classificação), inclusive, finalzinho de 2015 já informaram que o HTTPS começa a ser fator de ranqueamento, existirá preferência em sites mais seguros (Indexação de páginas HTTPS por padrão), então, se você quer ter um site de melhor performance e tendo mais um fator para melhorar o seu rankeamento na busca orgânica, é bom pensar em ter o Certificado.

O cerco fechou!

Esse mês (entenda como fev/17), nosso amigo Google ao atualizar o Google Chrome, veio com uma funcionalidade que vem sendo anunciada a alguns dias, agora sites sem HTTPS serão mostrados como "Não Seguro":

O que é HTTPS e o que a Google acha dele

Isso não quer dizer que o site está infectado ou você terá algum problema (tanto o usuário navegando quanto o dono do site). Se o site é institucional, por exemplo, aonde irá navegar para conhecer mais sobre uma empresa e o máximo que vai preencher é um formulário de orçamento, não se preocupe, claro, se nesse formulário não estiver pedindo dados sensíveis como dados de documentos ou senha, mas, dados básicas como nome, email, telefone e uma mensagem não serão uma preocupação. Agora se estiver em qualquer site que precise cadastrar os seus documentos ou uma senha, melhor evitar.

Eu tenho um site, preciso me preocupar?

Caso você seja o dono do site e, por exemplo, seja institucional como mencionado acima, tecnicamente 'não é um problema', por que tecnicamente? De fato não tem prejuízo nenhum, mas, para um usuário navegando que seja leigo e não tem essa informação imagina o que ele irá pensar quando acessar o site e a primeira mensagem que ele olha é "Não Seguro"?

Sim, você precisa se preocupar com tal situação, pois, o usuário pode, por falta de informação, fica com medo e sai do site.

Como ter um Certificado SSL?

Isso você que tem um site irá adquirir com sua hospedagem, algumas irão cobrar por isso uma taxa anual, outras já entendem a importância e disponibilizam gratuitamente, mas, sempre a solução será a contratação junto à sua hospedagem e você precisará entrar em contato com o webmaster que criou o seu site para que sejam feitas as configurações após a sua contratação para então acessar com https.