Conheça o que é o SEO, como essa estratégia surgiu e qual a sua importância para empresas de todos os segmentos.

O SEO é uma das estratégias mais buscadas atualmente para melhorar o marketing digital de uma empresa. Por isso, decidimos criar um artigo que explique de forma detalhada e profunda o que é o SEO e por quais motivos a estratégia é fundamental para qualquer marca, independente do segmento.

O conjunto de técnicas que envolve o SEO (Search Engine Optimization) tem como objetivo trabalhar a otimização para sites, blog e outras páginas na web, para que o site ou blog de determinada empresa alcance um destaque nas primeiras posições de buscadores, como o Google. E quem não quer aparecer na primeira página do Google, não é mesmo?

As primeiras posições da busca orgânica deixam os links em destaque e consequentemente eles acabam tendo mais visualizações e cliques por usuários interessados no assunto, produto ou serviço.

Com os resultados da estratégia, é possível aumentar as chances de conversão de vendas, melhorar a visibilidade da marca e melhorar a quantidade de visitantes. A estratégia já é muito conhecida no marketing digital, já que muitas empresas desejam obter os resultados que o SEO pode oferecer, portanto, se você quer entender melhor o que é a ferramenta e como ela pode ajudar nas suas vendas e divulgação da sua marca, confira o artigo até o final.

O que é o SEO?

O SEO, que significa otimização para mecanismo de busca, é uma estratégia que combina ações para melhorar o desempenho de uma empresa no Google por meio da melhora do posicionamento, títulos inteligentes e atraentes, conteúdos estratégicos, palavras-chave e diversos detalhes que quando se juntam, são conhecidos como o SEO, uma estratégia eficiente para a busca orgânica do Google.

E caso você esteja se perguntando por quais motivos essa estratégia tem um impacto tão importante para empresas e marcas, pense o seguinte: a cada segundo, há milhões de pesquisas em buscadores, mas principalmente no Google. Hoje, a ferramenta de busca citada é a mais usada no Brasil e no mundo.

Falando dessa forma, a estratégia é simples e você já deve achar que é fácil entender o que é o SEO. Na teoria, realmente, a estratégia tem objetivos claros, mas na prática, aplicar o SEO e ter bons resultados exige muito tempo de estudo, ferramentas corretas e eficientes, profissionais capacitados e diversos outros recursos que oferecem um suporte diferenciado.

Como tudo começou:

Podemos dizer que o início dos mecanismos de busca começaram em 1993 com o surgimento do Architext, ou seja, com a criação do primeiro buscador da internet. Após o seu lançamento e sucesso na época, o Yahoo aparece já em 1994. Já o tão conhecido Google surgiu apenas em 1997.

Os fundadores do Google, Larry Page e Sergey, tinham como objetivo criar uma ferramenta de busca de larga escala. O plano era considerado ambicioso, já que a ideia era utilizar estrutura de links para avaliar a relevância das páginas em questão.

Já em 1997, a revista PC Magazine dizia que o Google tinha uma excelente capacidade incomum para a época de retornar a pesquisa com resultados muito relevantes, de acordo com uma pesquisa apresentada pela Resultados Digitais. Isso quer dizer que já na época o Google tinha começado a apresentar seus diferenciais.

E mais: logo em 1997 o termo SEO já surgiu, de acordo com o post do Search Engine Land. Apesar de ser em outro contexto, a ideia surgiu para que uma banda da época tivesse um melhor posicionamento em um site de busca. Entenderam que era funcional incluir palavras-chave  para que o conteúdo do site da banda retornasse para a primeira posição no buscar e assim a técnica começou já a ser chamada de Search Engine Optimization.

No início a estratégia era baseada apenas na inclusão e repetição de palavras-chave no decorrer do texto. Após a popularização do Google, outras estratégias começaram a aparecer! Em 2003, após a criação de técnicas para “burlar” o Google e posicionar links independente da qualidade do conteúdo, o Google criou um algoritmo, chamado de Florida,  que mudou o SEO completamente.

O algoritmo Florida possuía um filtro aplicado em pesquisas, assim ele identificava sites que utilizam técnicas não permitidas e assim condenava o site e ele acabava perdendo todo o ganho de posições. Só na época, estima-se que o Google removeu de 59% a 98% dos sites que utilizavam a técnica não indicada.

Com o impacto do lançamento do algoritmo as empresas começaram a se preocupar com seus sites, portanto a melhora da qualidade de páginas foi notória.

Com o passar dos anos diversos algoritmos foram criados com o objetivo de não permitir que sites com conteúdos e técnicas ilegítimas fossem criados. 

O que o SEO proporciona para empresas segmentadas

Vamos dar um exemplo na prática! Quando você busca um hotel, por exemplo, para viajar com a sua família e ter serviços diferenciados que atendem às suas expectativas, por onde você realiza essa pesquisa?

Com toda a certeza você respondeu: Google. O buscador apresenta todas as informações que você precisa, como: imagens, localização, avaliação, contatos, site, redes sociais e muito mais.

Além disso, o buscador organiza os conteúdos e teoricamente apresenta os melhores links nas primeiras posições. Apesar da estratégia de SEO proporcionar essa melhora de posicionamento, o usuário acredita que os primeiros links são os mais confiáveis, possuem as melhores respostas e portanto são as melhores posições. É praticamente como se o consumidor confiasse no julgamento do próprio Google.

Entenda melhor com dados concretos:

  • Só os três primeiros links orgânicos já recebem mais ou menos 30% dos cliques
  • A maior parte dos usuários não passam da primeira página do Google, apenas 0,78% dos usuários clicam em um link na segunda página dos resultados da busca

Esse destaque acontece após uma avaliação do próprio Google, que verifica por meio de motores de busca quais sites estão mais dentro dos seus parâmetros e quais se mostram especialistas no assunto.

E o que é o motor de busca?

Os motores de busca do Google é um mecanismo que utiliza uma série de algoritmos que têm como objetivo rastrear, indexar e rankear o site ou blog. Essa indexação acontecerá por meio de páginas que contêm o conteúdo otimizado e assim ficarão posicionadas de forma ordenada na pesquisa do consumidor ou usuário.

Portanto, toda a estratégia criada com base no SEO tem como objetivo tornar o site ou blog uma referência, para que os motores de busca identifiquem essas páginas e comecem a dar destaque para a marca. Apesar de estarmos dando mais destaque ao Google, a estratégia de SEO é muito eficiente também para outros buscadores, como o Yahoo, Bing e até mesmo para o Youtube ou Pinterest, por exemplo.

Objetivo do SEO 

Investir no SEO, além de proporcionar a melhora do posicionamento no Google, tem como objetivo oferecer aos usuários as respostas e soluções daquilo que eles buscam.

Como é possível notar, o principal objetivo do SEO é melhorar o posicionamento no Google e outros mecanismos de buscas, de preferência até alguns chegarem na primeira página do segmento.

Entenda melhor e comece a investir no SEO!

O objetivo do conteúdo hoje é apenas apresentar de forma simples, para quem não entende exatamente o que é o SEO, o que é a estratégia e como ela é aplicada, mas sem entrar muito nas questões técnicas. A aplicação, ferramentas e outros detalhes vamos deixar para abordar nos próximos conteúdos.

Já adiantando para quem deseja conhecer mais sobre o SEO e quer tornar sua empresa mais visível no maior buscador do mundo, saiba que a estratégia oferece diversos benefícios a longo prazo.

O resultado não é imediato, porém ele é construtivo e o crescimento da empresa pode acompanhar a evolução dos resultados da estratégia.